Castlevania (Temp.3)


Tendo seu conceito criado e desenvolvido para representar um certo jogo japonês de 1989, chamado Castlevania III: Dracula's Curse; jogo lançado pela gigante Konami para a plataforma NES, Nintendo Entertainment System de 8 bits que, para quem não conhece, foi tipo um ancestral dos videogames (o NES foi contemporâneo ao Atari 2600, mas isso é papo para outra postagem quando falarmos de veio-game retro).



Agora, voltamos a falar de Castlevania sabendo de onde a Netflix tirou a inspiração para a série, que bem no início do projeto, não era nem para ser uma série...

Isso mesmo! Diferente se seu homônimo no mundo dos games, a série Castlevania da Netflix teve um “parto complicado”, antes de ganhar o coração dos fãs que estão aguardando ansiosamente a data de 5 de março de 2020 para a chegada de sua terceira temporada – entenda por quê.


Antes de qualquer coisa, confere aí a “opening” da série, que cá entre nós, merece um pouco mais de atenção do que aquele botão de "pular abertura" que a plataforma Netflix insiste em te fazer clicar nele...



Muito bem! Sobre o "nascimento" da série é o seguinte:

O material adaptado pelo escritor Warren Ellis, tinha um destino claro logo de início: Ser produzido no formato de longa-metragem.

No entanto, com trabalho já em andamento, o projeto chegou a ficar parado, enfrentou intermináveis idas e vindas de roteiro, sofreu diversas adaptações textuais transformando o longa-metragem numa série televisiva e, como se isso não fosse trabalho o bastante, ainda houve mudanças de estúdio e equipes. Fato que normalmente podem ser resumidos em trocar um balde cheio de problemas por outro (às vezes até maior).

O fato é, quando o roteiro finalmente foi aprovado, a Netflix garantiu a 1ª e 2ª temporadas no mesmo dia! Mas nós espectadores, bem... Ainda teríamos que esperar até o dia 7 de julho de 2017, quando foi lançada a primeira temporada de Castlevania.


A primeira temporada veio rápida e certeira como o chicote dos Belmont. Presenteando todos os assinantes da plataforma (e fãs dos jogos) com um espetáculo áudio visual único na plataforma (ainda mais se tratando de um Original Netflix).


Mas como nem tudo são flores, principalmente no mundo das séries; a tão aguardada primeira temporada trouxe apenas 4 belíssimos episódios com duração estimada entre 23 e 25 minutos que, certamente deixou muita gente “órfã de série” por um bom tempo...

Antes de avançar para a segunda temporada de Castlevania, voltemos nossa atenção ao que foi apresentado por aqueles 4 primeiros episódios:

  • Uma trama rasa e clichê sem a menor vergonha de ser o que é. Se aproveitando dessa obviedade para fazer um ótimo uso da “falta de conteúdo” apresentando todas as complicações de uma guerra contra forças sobrenaturais – no caso, um massacre avançando sobre o mundo dos humanos em asas de fogo e fúria.

  • Uma guerra com lados muito bem apresentados, cada um com sua visão do problema e as diversas soluções enfrentadas pelos personagens; que normalmente precisam lutar com todas suas forças ao longo da temporada inteira para descobrir realmente estão tomando as melhores decisões...

  • Por falar em personagens, eles são consistentes e bem cientes de seus papéis na aventura que enfrentarão para alcançar seus objetivos. Isso (é claro) inclui um Drácula cujo carisma e motivação certamente ganhou todos os espectadores logo no primeiro episódio – duvido que não tivesse gente torcendo pelo Drácula ou dando razão a ele.



Depois de muito tempo de espera, finalmente chega o dia 26 de outubro de 2018, quando a Netflix libera a segunda temporada de Castlevania, inundando a tela do espectador com o dobro de episódios, personagens, subtramas e reviravoltas que certamente tornaram essa nova temporada tão bem aceita quanto a anterior.


Agora, com relação às expectativas para a terceira, bem...

Apesar de encerrar o sétimo episódio num clima de paz (quase como fim de novela), dando a entender que os “heróis” terão seu merecido descanso, principalmente após o desfecho da luta entre Adrian e Vlad; o roteiro deixa o último episódio para dar uma sacudida no espectador apresentando os desdobramentos do episódio anterior. Deixando bem claro que a próxima temporada estará recheada de tramoias, lutas e quem sabe até mesmo o retorno do “dono do castelo”. Afinal de contas, os conhecedores da franquia de jogos, sabem muito bem que o Drácula sempre volta!


Confira abaixo o último trailer do que ainda há por vir (ou seja, apenas a Netflix atentando contra nossa ansiedade):


Para finalizar, uma curiosidade! A Funko criou uma linha de miniaturas baseado em Castlevania. Na nossa opinião faltou "meia dúzia" de personagens, mas a gente espera que eles estejam trabalhando nisso... Confere ai como ficaram!


Num fundo desfocado que é uma cena da série, dispomos as imagens dos bonecos de Vlad, Adrian, Trevor e Sypha
Os quatro personagens principais da série

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo