Demo de FF VII-Remake agita os fãs

Pois é galera, mais uma empresa está percorrendo os infindáveis trilhos do universo de remakes e adivinhem… A Square Enix roubou os holofotes (e nossa atenção) nesta segunda-feira 2 de março, a empresa simplesmente lançou a Demo Gratuita de Final Fantasy VII Remake, atiçando toda a comunidade gamer e principalmente o fandom da franquia.


Sendo assim, é claro que nós do Fliperama De Verdade (que também somos fãs da franquia Final Fantasy) não poderíamos ficar de fora e deixar de apreciar a emocionante releitura desta obra-prima da Square Enix.


Então, esteja avisado que, daqui para frente falaremos de Final Fantasy VII Remake do jeito certo: Contando uma longa história cheia de spoilers e impressões bem pessoais…

(tô vendo que você continuou aqui, então pegue seu lanche e curta a nossa experiência com a Demo).


Antes de qualquer coisa, é preciso lembrar que o lançamento oficial do jogo está previsto para o dia 10 de abril e será exclusivo para o PS4.


Agora vamos para o que interessa!

A história deste primeiro Jogo do projeto Final Fantasy VII Remake (FFVII R) cobre a fuga da parte de Midgar e vai mais fundo nos eventos que ocorrem por lá. Isso acaba expandindo o canon de Midgar complementando o conteúdo do Final Fantasy VII Original (FFVII O). Porém a Demo do jogo vai só até a parte onde Cloud e companhia conseguem destruir o Mako Reactor 1 causando caos em Midgar.

No site oficial de FFVII R, temos uma breve sinopse sobre o quê podemos esperar da (velha nova) história:


O mundo caiu sob o controle da Shinra Electric Power Company, uma corporação sombria que controla a força vital do planeta que é a energia mako. Na extensa cidade de Midgar, uma organização anti-Shinra que se autodenomina Avalanche aumentou sua resistência. Cloud Strife, um ex-membro da elite da unidade SOLDIER de Shinra que agora se tornou mercenário, presta sua “ajuda” ao grupo, sem saber das consequências épicas que o esperam.”


“Ao explorar esse recurso por meio de seus reatores Mako, a Shinra Electric Power Company praticamente assumiu o controle do mundo inteiro (Mako ─ a alma do planeta e o combustível que alimenta a cidade de Midgar). O grupo desorganizado de idealistas, conhecido como Avalanche, é um dos últimos bastiões da resistência. Cloud, um agente de elite da SOLDIER que se tornou mercenário, participa de uma operação da Avalanche para destruir o Mako Reactor 1 na cidade de Midgar. O bombardeio mergulha a cidade no caos ardente e, em meio ao furioso inferno, Cloud é atormentado por visões de um inimigo amargo que há muito se pensa morto. Depois que essa alucinação desaparece, ele conhece uma jovem mulher que vende flores, que lhe oferece uma única flor amarela. Nesse instante, uma série de sombras rodopiantes os rodeiam. Mais uma vez começa uma história que moldará o destino de um mundo inteiro.


Na Demo, apenas o primeiro capítulo foi liberado para jogo, justamente a parte em que os personagens encaram a missão de destruir o Reator Mako 1. Uma coisa que pode ser considerada “ponto contra” é que (infelizmente) o progresso salvo na demonstração não poderá ser utilizado na versão completa do jogo. Mas por outro lado, isso nos permitirá jogar o início emocionante de FFVII R mais uma vez.


Agora, falando de alguns detalhes do gráfico do game...

Não existe comparação com o jogo Original, até porque a tecnologia da época trazia um cenário pré-renderizado com uma interação reduzida (limitada). Já os “super consoles” de hoje em dia possuem poder suficiente para gerar um cenário dinâmico que possibilita interação em tempo real com objetos e NPCs além de viabilizar uma novidade muito interessante que é a câmera dinâmica. Um recurso bem fácil de usar que possibilita visualização em terceira pessoa, aperfeiçoando a exploração do cenário por ângulos diferentes a partir do personagem.

E a interação entre os personagens?

Os diálogos entre os personagens foram enriquecidos de forma a ressaltar as personalidades de cada um. Além de complementar algumas lacunas deixadas pelo Original de 1997, garantem um nível a mais de imersão na história, criando uma relação muito legal entre eles (que ocorre em tempo real) durante o desenvolvimento da história, sendo possível perceber os sentimentos de cada um deles em relação àquele momento do jogo.


Um bom exemplo que podemos citar é justamente a cena do Barret tirando sarro do Cloud pelo fato dele ter pertencido à SOLDIER de Shinra (ponto mais do que merecido para a legenda em português).


Mostrando que está preocupada não só com o nível de fidelidade da adaptação, a Square Enix fez mais do que trazer FFVII R para a geração atual de consoles (aumentando a qualidade do jogo), também melhorou sensivelmente o roteiro do jogo (pelo menos em relação à Demo).

Cabe dizer que jogamos a versão com dublada em inglês, que ficou muito boa; e agora estamos querendo conseguir a versão com o idioma original em japonês!

Acreditamos que o foco da Demo é mostrar a mecânica dos combates e os níveis de interação com o cenário. Sendo assim, sobre os combates, a coisa está bem diferente do que era em 1997. Agora não é mais só apertar o botão quadrado para resolver as coisas (tente fazer isso enfrentando o Scorpion Sentinel robot que você certamente vai entender). Agora o jogador precisa escolher ficar atento e ser preciso para usar itens, habilidades especiais e/ou magias (que podem ser usadas após encher a barra de ATB), o limit break, a esquiva, utilizar o ambiente na estratégia, trocar de personagem, além de dar alguns comandos para personagens secundários.

Para nós a Square Enix acertou em mudar a mecânica para tempo real, fazendo o combate mais dinâmico e criativo.


Mesmo controlando um personagem por vez, há uma sensação de jogo em grupo, principalmente após Barret estar disponível para jogar junto com Cloud. Há a possibilidade de interagir com diversas opções, criando estratégias diversas para derrotar os mesmos inimigos de maneiras diferentes (até porque as informações são bem visíveis na tela). Como exemplo, podemos citar a luta contra o Escorpião Sentinela, onde colocamos Barret e Cloud para recuperarem um pouco de vida no mesmo momento.


Isso também deixou nítido que cada personagem possui uma forma específica de lutar:

Cloud é um combatente corpo-a-corpo, capaz de causar muito dano se usado dessa maneira;

Barret é mais à eficiente à distância, apesar de causar menos dano.

Mas de qualquer forma, não temos como adivinhar como as coisas ficam no endgame e, acreditamos que dependerá muito da estratégia de cada jogador e forma que conduzirá as lutas até a destruição de todos os inimigos.

Para nós do Fliperama de Verdade, o jogo atendeu as expectativas! Gostamos muito da jogabilidade simples, de lembrar o sistema de turnos, da trilha sonora (começamos a suar pelos olhos com a música) que foi muito bem selecionada para cada situação do jogo e é claro, nos upgrades complementando a história. Resumindo, nos sentimos muito bem ao terminar a Demo e não temos nenhuma vergonha de dizer que, se você gosta de Final Fantasy, tem que experimentar a Demo para tirar suas conclusões e quem sabe até trocar uma ideia com a gente...

Abaixo deixamos uma “Bio” de alguns personagens jogáveis e não jogáveis, mas cada um com sua personalidade e nível de carisma pensado cuidadosamente para complementar o enredo do jogo - lembrando que alguns estarão disponíveis somente na versão completa!

Cloud:

Um ex-soldado da primeira classe, Cloud veio a Midgar para iniciar um novo capítulo de sua vida como mercenário. A convite de seu amigo de infância, Tifa, ele aceitou um emprego na Avalanche. Ele pode usar sua espada imbecil contra os soldados Shinra, mas ele não se importa com a situação do planeta. Para ele, este é um trabalho e nada mais.


Aerith

Aerith é uma vendedora de flores que mora nas favelas do Setor 5, que encontra Cloud nas ruas de Midgar após o bombardeio do reator Mako 1. Shinra a observa desde que era criança, pois tem a capacidade ouvir a voz do planeta. Ela é freqüentemente encontrada cuidando de um modesto canteiro de flores em uma antiga igreja no Setor 5.


Tifa

Um membro leal da Avalanche - uma organização subterrânea que se opõe a Shinra─Tifa também administra o Seventh Heaven, um bar popular nas favelas do Setor 7. Embora ela tenha um terrível rancor por Shinra, ela não está convencida de que bombardear reatores mako é a solução. Enquanto ela lutava para reconciliar sua causa com sua consciência, Tifa se reuniu com seu amigo de infância, Cloud, pela primeira vez em anos ...

Barret

Líder de uma cela independente de Avalanche em Midgar, Barret foi negado pela velha guarda por seus métodos extremos que atraíram muita atenção. Posteriormente, ele veio a Midgar, onde decidiu continuar sua vingança contra Shinra com um pequeno mas confiável grupo de seguidores. Quando não está lutando contra a corporação, ele e seus companheiros servem na vigilância do bairro e mantêm as pessoas em segurança - incluindo sua filha Marlene, que ele gosta de ser pai amoroso.

Sephiroth

Um ex-soldado que se distinguiu como um herói na guerra contra Wutai. Suas realizações no campo de batalha são tão lendárias que inspiraram inúmeras pessoas a se unirem às forças armadas. Relatórios oficiais afirmam que ele morreu enquanto estava em uma missão classificada, embora os detalhes do incidente sejam quase inexistentes.


O site oficial do jogo possui mais detalhes sobre outros personagens e mais algumas informações para saciar a sua curiosidade.


A grande empresa por trás do nosso querido jogo é a Square Enix que é uma desenvolvedora japonesa de jogos eletrônicos sediada em Tóquio. Ela é mais conhecida por suas franquias de RPGs eletrônicos, que incluem Final Fantasy, Dragon Quest e Kingdom Hearts. Sua sede fica no distrito Shinjuku de Tóquio, com a companhia possuindo mais de 3900 funcionários em todo mundo.


Em uma outra reportagem vamos contar para vocês o que é a Saga Compilation of Final Fantasy VII e onde o jogo Final Fantasy VII entra. Para finalizar, voltamos a insistir que experimentem a Demo e, àquelas que se deram esse presente, comentem conosco sobre a sua experiência com FFVII R...

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Equipe

Fliperama de Verdade

  • Spotify - Black Circle
  • Preto Ícone Instagram

©2020 por Fliperama. Orgulhosamente criado com Wix.com