Perfil Gamer no ano de 2020

Atualizado: 3 de Out de 2020

Estamos passando por um momento único na atual geração, mas uma das coisas que podemos fazer no conforto de nossas casas é justamente jogar os nossos jogos, não importando se estão no celular, console, PC ou em um tabuleiro sobre a mesa.

Um dos entretenimentos mais comuns durante a Pandemia do Covid-19 é o lazer em frente a uma televisão ou monitor, onde estamos assistindo nossos filmes, desenhos, animes ou séries favoritas, mas o mais importante no momento para nós é o resultado da Pesquisa Game Brasil 2020, onde temos informações sobre os perfis da atual geração de jogadores.

A pesquisa foi realizada pela GoGamers, Siox Group, New Blend Research e a Escola de Propaganda e Marketing - ESPM, onde nessa 7ª edição da pesquisa temos informações sobre o cenário atual do mercado e das tendências do gamer brasileiro. A edição completa da pesquisa engloba Argentina, Chile, Colômbia e México, mas nosso interesse é na versão gratuita, que engloba informações sobre o perfil gamer nas áreas mobile, computador, console e pais e filhos, e vamos levar até vocês um pouco sobre essas informações.


Perfil do Gamer


A supremacia feminina ainda domina o volume de pessoas que estão à frente do público gamer. No nosso especial "Elas também jogam", mostramos que as mulheres no ano de 2019 ficaram com a fatia de 53% do público gamer, e nesse ano de 2020 a parcela subiu para 53,8%, mostrando que as mulheres compõem um pouco mais da metade da comunidade gamer brasileira.


Porém esse volume não se manifesta nos estilos de jogos, tanto que, na mesma pesquisa, mesmo as mulheres sendo a maioria, só 23,3% se consideram gamers.

O perfil das mulheres ficou com a categoria de gamer casual em sua maioria com a plataforma preferida sendo o smartphone, e o perfil dos homens como gamer hardcore sendo que, pela primeira vez, o smartphone ficou na frente dos consoles. O gamer casual é aquele que gosta de descontrair, jogando em média 3 vezes por semana ou jogando para passar o tempo. Já o perfil hardcore possui rotinas extensas de consumo de jogos, além do envolvimento com o jogo, como por exemplo desbloquear conquistas ou até bater recordes.

Um ponto em comum com ambos os sexos é que acima de 60% dos entrevistados assinam a plataforma de streaming Netflix. Por outro lado, a maioria das mulheres (77,2%) gostam de filmes de comédia, enquanto os homens em sua maioria (74,1%) gostam de filmes de ação.


Mobile


Hoje em dia, um smartphone se tornou um equipamento obrigatório para qualquer pessoa já a partir da adolescência. Com isso, a quantidade de pessoas que jogam pelo smartphone tem uma grande representatividade. Hoje temos jogos da geração passada de consoles (PS3 e Xbox 360) que rodam em alguns celulares, por exemplo. Existem jogos que são cross-platform hoje em dia. Nesses jogos, você pode jogar em um console (PS4, Xbox One ou Switch) e um amigo jogar com você por outras plataformas (em um PC ou celular, qualquer combinação é válida), com ambos se desafiando.

O resultado da pesquisa mostra que as mulheres estão na frente do consumo de jogos em smartphones. A pesquisa mostra também os demais itens consumidos nessa plataforma, como filmes, séries, vídeos e músicas. Além disso, são capazes até de realizarem transações financeiras, fora as ligações telefônicas.

Com o uso do smartphone, o ambiente para maior consumo de entretenimento foi em casa, seguido pelo ambiente de trabalho (provavelmente nos horários de intervalo), e a jogatina com os amigos pelo smartphone ficou mais representada pelos homens, passando um pouquinho da metade com 51,4% em relação às mulheres.


Computador


Com 66,1%, os homens vêm liderando o uso de PC para jogar, tanto sozinho ou em atividades cooperativas/competitivas. A faixa etária média de quem usa o equipamento para o entretenimento é de 16 a 24 anos, não distinguindo entre gamers casuais e hardcores.

Talvez pela mobilidade, praticidade e por ser de fácil acesso, o notebook/laptop vem liderando, com 54,3%, o equipamento de posse dos gamers entrevistados na pesquisa. De forma paralela, o espaço de jogar tem sido dividido com filmes/séries e trabalho/estudos, 73,0% e 68,1% respectivamente, como outras atividades utilizadas no equipamento. Ainda no mesmo tópico, jogos de estratégia e ação são os mais consumidos no PC, onde 65% dos jogadores jogam online e 54,9% dizem utilizar a rede da Steam para jogar.


Console


Mesmo que os homens componham 63,7% da base de usuários de videogames, as mulheres não ficam atrás quando se trata de gamers hardcore, como mostramos no nosso artigo "elas também jogam". O público de maior relevância de consumo de jogos de videogame está na faixa etária de 25 a 54 anos, o que mostra grande variabilidade entre usuários de jogos nos aparelhos.

A pesquisa nos mostra que os videogames que os gamers têm em casa são o Playstation 4 em 1º lugar, Xbox 360 em 2º lugar e Playstation 2 ocupando o 3º lugar. Um ponto curioso que os gamers informaram é que a maioria possui pelo menos dois consoles em casa. Outro ponto interessante que os entrevistados informaram foi o de que o videogame que oferece a melhor experiência é o Playstation 4, seguido pelo Playstation 4 Pro e o Xbox One.


Algo que chamou atenção são as atividades paralelas que são realizadas nos consoles, como ouvir música, assistir séries e filmes. por exemplo. Cerca de 47,9% dos entrevistados realizam outras atividades em seus aparelhos além de jogar.

Jogos de ação e aventura lideram as preferências de jogos desses consumidores. 53,7% dos gamers utilizam a Playstation Network para poder jogar online dos 58,2% de jogadores que gostam da companhia de outras pessoas para se divertirem. E quando esse jogadores estão interessados em alguma novidade para passar o tempo, 52,01% deles buscam novidades no Youtube.


Pais e Filhos


Muitos gamers estão sob o mesmo teto que seus pais. 36,2% desses gamers disseram que moram com os pais, 31,7% disseram que possuem filhos e uma pequena minoria de 7,4% mora sozinho.

Neste ponto da pesquisa temos algumas informações interessantes como: 78,7% dos pais disseram que seus filhos jogam jogos eletrônicos, sendo que 73,2% são meninos. Com essa pesquisa podemos inferir que, mesmo as mulheres tendo mais presença nos smartphones, se trata de um público mais velho e que o hábito de jogar entre as mulheres começa mais tarde. Sendo assim, durante a infância e adolescência o mundo gamer é uma região dominada por meninos.


E-sports e hábitos de consumo


Somente 17,6% dos entrevistados disseram que já participaram de alguma competição no universo de games, enquanto que 25,5% assistem ou acessam algum conteúdo de e-sports, sendo o Youtube a plataforma favorita para acompanhar os eventos.

Como forma de entretenimento, 64,1% dos participantes da pesquisa informaram que tem os jogos digitais como sua forma principal de entretenimento. Na live do Instagram da Maria Zilda Bethlem (24:30) que teve como convidado o ator Antônio Fagundes, tivemos uma curiosidade do ator revelando que descobriu agora na pandemia do Covid-19 o entretenimento no ambiente virtual e que se apaixonou, afirmando que passou horas jogando God of War. "Eu comprei aquele God of War, que é uma maravilha", continuou. "É um grego, espartano que luta contra os deuses do Olimpo, é uma maravilha. Olha, eu achei que tinha perdido este trem, mas eu fiquei louco. Fui até o fim do jogo, comprei o segundo, comprei o terceiro (...) e fiquei jogando uma semana sem parar aquele jogo. Não dormia, não fazia nada", recontou para a atriz.

Além de jogar, os entrevistados informaram que assistem TV (41,8%), escutam música (40%) e navegam na internet (38%) enquanto jogam, e para acompanhar a jogatina salgadinhos e refrigerantes dominam a preferência de consumo durante os jogos (34,7% e 30,8%, respectivamente).

O serviço de streaming do Netflix, mesmo sendo mais cara a assinatura, é o mais utilizado, representando 64,6% dos serviços de streaming no Brasil.


Depois de sabermos o perfil gamer da Pesquisa Gamer Brasil 2020, o mais importante para nós é a diversão, a descontração e a reunião com os amigos, não importando a plataforma ou o jogo escolhido. Animado para algum jogo da nova geração? Vejam a nossa lista dos 15 jogos que estamos esperando.

53 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo