top of page

Review de Frieren: Beyond Journey’s End


No Brasil, chamado de Frieren e a Jornada para o Além, esse é um anime que ainda está em curso e vem sendo lançado semanalmente e nós do Fliperama de Verdade assistimos pela Crunchyroll.



Baseado no mangá de mesmo nome, a história gira em torno de Frieren, uma poderosa maga elfa que, após embarcar numa jornada épica que levou 10 anos, conseguiu a façanha de, ao lado do Grande Herói Himmel e seu grupo, derrotar o Rei Demônio e trazer paz ao reino (ou mundo conhecido).


Analisando friamente, é um bem raso e deveras comum no mundo dos animes e mangás. Mas é justamente aí que mora o perigo. Com relação a Frieren, não se deixe enganar! Apesar da grande quantidade de flashbacks (muito bem colocados), essa história NÃO É sobre a aventura vivida até o grupo de heróis matar o Rei Demônio.


A história do anime (sim! Estamos falando do anime) é justamente sobre o que acontece depois dessa vitória dos heróis... Afinal, está no título né?



Breve Sinopse

Como como já foi dito acima, Frieren é uma elfa. Portando, tem sua vida medida na casa dos milhares de anos. Apesar de existirem contagens numéricas sobre a passagem do tempo, nunca é dito categoricamente quanto tempo ela já viveu, nem quanto tempo ainda viverá. Surgindo inclusive, algumas cenas que levam a crer que ela muito mais velha do que parece ser...


Com isso em mente, logo no início do anime (acreditamos que nos dois primeiros episódios ou um pouco mais), vemos uma despedida fria entre os integrantes do grupo, que testemunham um tipo de apatia por parte da elfa. Mas antes dela ir embora, logo após todos assistirem juntos à linda chuva de meteoros que ocorre a cada 50 anos, Frieren promete retornar para ver seus amigos e levá-los para assistir à próxima chuva de um lugar ainda mais bonito.


E então, ela simplesmente parte para uma nova jornada solitária em busca de novos conhecimentos mágicos.


50 anos se passam quando Frieren finalmente vê que é hora de voltar para visitar Himmel e os outros. Embora ela não tenha envelhecido nada, a elfa percebe que agora, seus amigos têm pouco tempo de vida. E então, logo após cumprir sua promessa a respeito de voltarem a assistir à chuva de meteoros, Himmel morre de velhice e a elfa entra numa crise existencial por não ter passado mais tempo junto dele e de seus outros amigos.


Com esse arrependimento em seu coração, ela embarca em uma nova jornada com o objetivo de se conectar e conhecer melhor as pessoas. Durante essa nova viagem, Frieren encontrará diversas pessoas e incontáveis novas aventuras.


Personagens notáveis


Mesmo que o anime traga uma torrente de lembranças da elfa, mostrando sua relação com seu antigo grupo de amigos, suas aventuras e realizações, é claro que uma nova jornada requer novos companheiros.


Entre eles, o anime mostrou alguns personagens que passaram pela segunda grande jornada de Frieren, mas não acrescentaram muito em matéria de amizade ou chegando a se tornar um companheiro de viagem. Assim, se tratando exclusivamente de integrar o novo grupo da elfa e quem sabe se transformar no novo grupo de heróis, o anime entregou até agora (por volta do capítulo 24) apenas esses:

  • Frieren: A protagonista da série e uma poderosa maga elfa de idade desconhecida.

  • Fern: Uma criança órfã adotada por Heiter, o clérigo ex-companheiro de Frieren, que no correr do anime, o espectador assiste ela se transformar na aprendiz de Frieren.

  • Stark: Um garoto com um passado complicado e triste, que acaba se transformando no aprendiz de Eisen, o guerreiro anão que fazia parte do antigo grupo de Frieren. O rapaz cresce para se tornar capaz de feitos imensos e assumir o papel de seu mestre no novo grupo da elfa.

  • Sein: Um personagem que possui um passado em comum com Heiter e acaba se juntando ao novo grupo de Frieren mais tarde.


Como dito acima, ainda existem diversos outros nomes que o anime traz tanto como flashbacks como no tempo presente (e o roteiro magicamente interliga as coisas). Mas a maioria desses acaba se destinando a apenas para um motivo: Servir de termômetro, escada e/ou parâmetro de comparação (apoiando-se num roteiro mediano, mas inteligente) a fim de encaixar as respostas para a resolução das diversas situações enfrentadas pelo novo grupo.


Algumas vezes, a criatividade da situação acaba mostrando ao espectador o resultado do desenvolvimento e treinamento dos novos protagonistas, valendo-se da boa e velha comparação de nível de poder e potencial entre os dois grupos de Frieren, que passam ao espectador a impressão de que ambos são muito fortes, porém de maneiras distintas. Deixando claro que seria impossível que os dois grupos passassem ou vivenciassem as mesmas situações do mesmo modo (até pela formação dos grupos e a especialidade de cada integrante).


Tecnicidades

Como de costume, já que sabemos que existem pessoas que se interessam por esse tipo de informação, disponibilizamos 2 links abaixo (imagens). Sendo um deles para a página do anime no IMDB e o outro para a avaliação dele no Rotten Tomatoes.




Agora, vamos para aquele nosso bom e velho papo sobre aqueles detalhes técnico que tanto gostamos, certo? Como sabemos, a história do anime é baseada no mangá de mesmo nome, que foi escrito por Kanehito Yamada, a autora de outros trabalhos como:

  • Nanashi wa Ittai Dare deshou? (2013);

  • Bocchi Hakase to Robot Shoujo no Zetsubouteki Utopia (2016);


No caso do anime, especificamente, é um trabalho primoroso do estúdio Madhouse, que é o mesmo responsável por grandes sucessos como:

  • Death Note (2006);

  • Hellsing Ultimate (2006-2012)

  • Hunter X Hunter (2011-2014);

  • Parasyte: The Maxim (2014-2015);

  • Overlord (2015)

  • One-Punch Man (2015);


Apesar de não haver qualquer inovação ou técnica específica de arte e animação para este anime. É notável que a adaptação reimagina diversos cenários e pessoas para além de suas fronteiras originais (as páginas do mangá), solidificando sua existência de uma forma belíssima que faz o espectador sentir a passagem do tempo e boa parte das emoções intrínsecas à obra (afinal, é sobre isso que fala a história).


A respeito da sonorização incrível do anime, que sempre traz uma atmosfera emocional e fantástica, foi composta de ninguém menos que Evan Call, um compositor e arranjador americano e compôs músicas para várias séries de anime, como Violet Evergarden e Muv-Luv.


Caso se interesse em ouvir, clique na imagem abaixo para ouvir a OST no Spotify:



Já que estamos falando de som e música, bem não tem como deixar de falar dos dubladores brasileiros e seu trabalho incrível para esse anime. Então segue os nomes dos principais – em ordem alfabética pelo nome de seus personagens:



Frieren: Jacque Souza;

Heiter: Ettore Zuim;


Por fim, cabe informar que esse anime é categorizado nos gêneros de Aventura, Drama e Fantasia. Tendo sua primeira transmissão em 29 de setembro de 2023. No Brasil, está sendo oficialmente disponibilizado pela Crunchyroll.


Veredito

Como é de se esperar, após assistir ao trailer, nós da equipe Fliperama de Verdade resolvemos assistir ao anime Frieren: Beyond Journey’s End acreditando que seria mais uma história de jornada do herói ao estilo japonês, onde o protagonista (de um mundo medieval) embarca numa aventura que culmina com a luta contra do Rei Demônio e a salvação do mundo (pela segunda vez).


Mas o que vimos foi algo quase inesperado, já que o trailer entrega que a história desse anime começa justamente após o fim da aventura. Então, após assistir os 24 episódios disponíveis, ficamos bastante impressionados com a condução da narrativa cativante, com os personagens que vão sendo desenvolvidos no curso da história, a trilha sonora excepcional e a qualidade gráfica da Madhouse, que sabemos entregar pelo menos 1 wallpaper a cada episódio.


Então não temos o menor receio de dizer que as 2 jornadas da elfa Frieren e seus dois grupos são experiências igualmente emocionantes, capazes de prender a atenção do espectador do início ao fim.


Logo, se você gosta de aventuras medievais, fantasia, magia e personagens com um bom nível de profundidade, este anime certamente é pra você. Saiba que a jornada de Frieren vai te conduzir por lugares incríveis, lutas lindamente coreografadas e desenhadas para criar momentos emocionantes, trazendo um escalonamento de poder consistente que resulta num anime que, ao contrário de muitos lançamentos, certamente promete ficar na memória.


E é justamente por isso que nós da Equipe Fliperama de Verdade afirmamos que Frieren: Beyond Journey’s End não é o anime perfeito (na verdade, está longe disso) mas graças a tudo que apresenta de forma consistente, deixando claro que sempre há uma aventura além do fim de cada jornada...


Gostou dessa matéria e quer mais? Continue acompanhando o Fliperama de Verdade no site e nas nossas redes sociais @fliperamadv.


Para os interessados de plantão, a Equipe Fliperama de Verdade e convidados, gravamos um podcast sobre outra animação que está fazendo muitos fãs ficarem extasiados com uma produção de alta qualidade. Estamos falando de Castlevania produzido pelo Netflix:


Se você é um amante pelo universo de RPG, venha conhecer uma de nossas mesas:


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page